Acessibilidade
Início

NOTÍCIAS
20/08/2013
Câmara instaura CPI para apurar denúncias contra prefeito da capital
Otmar de Oliveira
Com nove assinaturas, o Legislativo de Cuiabá aprovou hoje (20-08), na sessão plenária, requerimento de autoria do vereador Toninho de Souza, PSD, para a instauração de CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito com a finalidade de investigar supostos atos de improbidade administrativa praticados pelo prefeito municipal Mauro Mendes. Toninho afirmou que esta CPI resulta de longo processo para a coletânea de informações e documentos. "Nós não trabalhamos com suposições, mas com fatos fundamentados. A Câmara deseja esclarecer à população denúncias que envolvem a gestão pública municipal. São acusações que não foram esclarecidas".
 
Na mesma sessão, também foi aprovada a abertura de uma outra CPI, a da CAB Ambiental Cuiabá, requerimento de autoria do vereador Renivaldo Nascimento, PDT,  para análise do contrato vigente entre a CAB e a Prefeitura local. Os vereadores apontam irregularidades e abusos que a empresa tem cometido, com falhas e longos atrasos no abastecimento, além de promover cobranças de taxas incompatíveis à realidade dos serviços ofertados. Na época da Sanecap, a água atrasava de dois a quatro dias em alguns bairros. Agora, com a CAB, já chega a sumir das torneiras por 15 dias, foi enfatizado na tribuna.
 
Assinaram o requerimento de Toninho de Souza os vereadores Allan Kardec, PT, Walter Arruda, PSDC, João Emanuel, PSD, Arilson da Silva, PT, Ricardo Saad, PSDB, Maurélio Ribeiro, PSDB, Onofre Júnior, PSB, e Clovito Hugueney, PTB, que reassumiu seu posto de titular até então ocupado por Néviton Fagundes, PTB (que não assinou o documento). 
 
O presidente da Casa de Leis, João Emanuel, aplaudiu essa iniciativa do vereador Clovito, que é da base governista. "Trata-se da primeira CPI para apurar fatos específicos do prefeito municipal. Este Parlamento existe para fiscalizar, não para exercer papel coadjuvante. Tem um compromisso com o município e seus habitantes".
 
No requerimento, Toninho de Souza diz que, "conforme dados oficiais apontados pela Justiça Eleitoral, o empresário Valdinei Mauro de Souza doou R$ 1,2 milhão à campanha eleitoral do prefeito Mauro Mendes". Ainda enfatiza o requerimento: "Consta que Valdinei é sócio do empresário Wanderley Torres, dono da empresa "Trimec Construções",  a qual, em 2013, enquanto Mauro Mendes já figurava como prefeito, ganhou de forma surpreendente um certame licitatório para locação de máquinas pesadas para a Prefeitura de Cuiabá, no valor de R$ 4,5 milhões".
 
Segundo o vereador, o que sugere uma eventual prática de atos improbos, é que Mauro Mendes vem a ser sócio de Valdinei Mauro de Souza em empreendimentos ligados à mineração, especificamente nas empresas denominadas "Maney Mineração Casa de Pedra" e "Maney Mineração do Pará". No final, conclui: "Impõe-se, por conseguinte, uma completa investigação, justificando-se plenamente a criação de CPI para averiguar supostas irregularidades no processo licitatório envolvendo o aluguel de maquinários pela empresa "Trimec Construções" à Prefeitura de Cuiabá".

João Carlos Queiroz Secom/Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:   Share




+ Notícias
28/05 - "Sensação de dever cumprido", comemora Michelly Alencar pelo sucesso da 3ª edição do Mulheres em Ação
28/05 - Startup social ‘Anjos da Lata’ possibilita transformação através da música
28/05 - Câmara aprova requerimentos, projetos e honrarias durante Sessão Ordinária
27/05 - Vereador apresenta PL que prevê atendimento prioritário com psicólogo para crianças e adolescentes vítimas de violência
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Brasão de Cuiabá
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone:(65) 3617-1500
secom@camaracuiaba.mt.gov.br - Desenvolvimento: STIT - Todos os direitos reservados © 2023
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 18:00hs.