Acessibilidade
Início

NOTÍCIAS
04/07/2013
Oséas Machado condena CAB "por cobrar vento e não fornecer água"
Otmar de Oliveira
Na sessão plenária de hoje (04-07), da Câmara de Cuiabá, o vereador Oséas Machado, PSC, teceu duras críticas à CAB Ambiental, que, segundo ele, tem cobrado absurdos pelo vento registrado nos hidrômetros, não água. "Fornecer água é obrigação da CAB. Porém, infelizmente, isso não tem sucedido na prática, pois o fornecimento diário ofertado aos habitantes das áreas mais afastadas da cidade se resume apenas a vento. Ou, quando acontece de vir alguma água, é de maneira precária, insuficiente à demanda dos bairros periféricos. Essas comunidades já não têm esperanças de que alguma medida resolutiva seja tomada pela Municipalidade para retomar o abastecimento regular de água. A CAB tem agido a seu bel prazer, sem qualquer impedimento ao rol de ações ineficientes que seus pretensos serviços atestam".

Numa indicação de sua autoria, o parlamentar cobra para que a CAB tenha assim maior responsabilidade no que diz respeito às suas atribuições. "A CAB assumiu as funções da antiga Sanecap para fornecer água. Porém, apenas  vento tem sido canalizado nas torneiras em várias regiões da cidade, a exemplo do Grande Pedra 90, Planalto e Três Barras. Praticamente, polos diferenciados do município carecem de água, ainda que as contas da CAB sempre cheguem pontualmente. O interessante é que os bairros em questão chegaram a elogiar inicialmente os serviços da CAB. Na sequência, a qualidade operacional despencou 100%".

Oséas quer que o prefeito Mauro Mendes interfira para solucionar esse impasse vivenciado pelos moradores. "O prefeito terá sensibilidade para compreender a grande injustiça que os conterrâneos têm enfrentado nas mãos dessa empresa (CAB). Disseram numa reunião recente que a CAB dispunha de um captador de ar antes do relógio. Afirmaram que o ar é retraído automaticamente, não incidindo qualquer valor em cima da tarifa. Não existe tal equipamento de "estorno de ar", pelo contrário: à falta d'água, a pressão do vento faz o hidrômetro girar mais rápido, e as contas são elevadas dessa forma. É justo isso?"

Confirmando o que Oséas classifica de "descaso explícito da CAB", o presidente da Associação de Pequenos Produtores Rurais do Cinturão Colina Verde, José Carlos Rodrigues Satiro, salientou que sua comunidade aguarda ansiosamente da CAB os reparos, ou substituição, de uma caixa d'água que armazena água de poço artesiano,  única fonte de abastecimento do lugar. "Lá não temos rede de água. A abertura do poço artesiano, sem cobrança aos moradores, aconteceu na época do prefeito Roberto França. O poço tem água, funciona, mas o fundo da caixa apodreceu. Então, a água desse poço é desperdiçada. Por qual motivo a CAB não troca a caixa, ou repara a atual, não sabemos. Os moradores do Cinturão Colina Verde já perderam a esperança de que a Prefeitura entre nessa questão e determine à CAB providências urgentes. Ficar sem água é o pior dos dilemas. E as crianças são as que mais sofrem", descreveu.

O vereador Oséas afirmou que irá também expor esse problema ao prefeito Mauro Mendes. "Pelo visto, a cada dia, as denúncias contra os péssimos serviços da CAB estão ganhando proporções preocupantes. Nós, parlamentares, temos que nos posicionar firmemente,  exigir da Prefeitura para que determine à CAB o cumprimento das cláusulas contratuais. Fornecer vento, deixar água se esvair em caixas furadas, é algo inaceitável. Daí o montante de insatisfação do povo com a qualidade dos serviços públicos. As manifestações no País têm por base coisas assim, que, à primeira vista, parecem simples, mas que tomam formato gigantesco e de caos social coletivo. O povo então grita e grita com muita razão".

João Carlos Queiroz Secom/Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:   Share




+ Notícias
24/05 - Edna participa de audiência sobre centro histórico realizada por Lúdio Cabral
24/05 - Líderes evangélicos recebem homenagem do vereador Eduardo Magalhães
24/05 - Audiência presidida por Chico 2000 debate focos de incêndios e risco de seca extrema
24/05 - Dídimo Vovô se compromete a resolver erosão no prolongamento do Parque Cuiabá
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Brasão de Cuiabá
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone:(65) 3617-1500
secom@camaracuiaba.mt.gov.br - Desenvolvimento: STIT - Todos os direitos reservados © 2023
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 18:00hs.