Início
NOTÍCIAS
18/10/2007
Câmara derruba veto e altera Lei do Passe Livre
Secom Câmara/CBA
Vereadores derrubam veto do prefeito a mudanças na Lei do Passe Livre
A Câmara Municipal de Cuiabá promulgou o Projeto de Lei que altera o mecanismo de concessão do passe livre estudantil no transporte coletivo da Capital, emitido atualmente pela Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU). Por 14 votos favoráveis, os vereadores derrubaram, na sessão ordinária desta quinta-feira (18), o veto do prefeito Wilson Santos (PSDB) à matéria que delega aos gestores escolares a função de informar à MTU a planilha de horário e freqüência dos estudantes.

O Projeto de Lei nº. 464/07 foi a aprovado pela Câmara de Cuiabá em 13 de setembro deste ano. A matéria revoga a Lei Complementar nº. 4.727/2005, que flexibilizou o horário de utilização do passe estudantil, alterando a redação original da lei 4.141/2001 que instituiu o benefício da gratuidade.

Segundo o líder do prefeito na Câmara, vereador Edivá Alves (PSDB), a alteração na legislação foi necessária para evitar abusos supostamente cometidos pelos estudantes, como a utilização do benefício para fins não relacionados ao ensino. “Os estudantes vão continuar tendo direito ao passe livre, tanto para ir às aulas como para atividades físicas e escolares, mas vamos coibir abusos inaceitáveis como o uso da gratuidade para ir ao trabalho e ao cinema. Isso se tornou uma prática corriqueira e, portanto, deve ser abolida”, argumentou.

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, vereador Eronides Nona (PSDB), ressaltou a inconstitucionalidade da Lei Complementar 4.727, que flexibilizou o uso do passe estudantil para atividades extracurriculares. “À época, a intenção do legislador foi de enorme benefício aos estudantes, mas feriu o princípio da constitucionalidade porque apenas o Poder Executivo pode propor a criação de leis que gere custos ao município”, explicou. A Lei Complementar, apresentada pelo então vereador Milton Rodrigues (PMDB), foi aprovada pela Câmara Municipal em 2005, mas acabou vetada pela Prefeitura Municipal, passando a vigorar após ser promulgada pelo Poder Legislativo.

Nona defendeu a aprovação a derrubada do veto do prefeito sob pena dos alunos terem o passe estudantil suspenso em função de possíveis questionamentos jurídicos. “Para manter o passe livre precisamos moralizar e legalizar o benefício. Caso contrário, a Prefeitura Municipal terá que suspendê-lo devido à sua utilização irregular que gera enorme gasto aos cofres públicos. A utilização correta e legal não deixa brecha para que futuramente o benefício venha a ser cortado”, justificou.

A oposição, liderada pelo vereador Lúdio Cabral (PT), argumentou que, em vez de restringir o uso do passe estudantil, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (SMTU) e MTU deveriam fiscalizar a correta utilização do benefício. “Não podemos prejudicar a maioria dos alunos em função de um grupo isolado que comete abusos”, frisou.

Votaram a favor do veto do prefeito os vereadores Lúdio Cabral, Enelinda Scala (PT), Domingos Sávio (PMDB), Luiz Poção (PP) e Leve Levi (PP).

Assessoria: Secom CâmaraCba/Andrea Haddad



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
07/12 - EMPRESA CUIABANA: Abilio colhe assinatura para abertura de nova CPI na Câmara
07/12 - "Fazer mestrado é meu maior presente natalino", afirma deficiente visual do Legislativo de Cuiabá
07/12 - A convite de Mário Nadaf, Vuolo lança projeto da Arena do Siriri em Tribuna Livre
07/12 - Vereador Orivaldo da Farmácia quer asfalto em toda a Região Sul
07/12 - Projeto do Executivo de descontos a contribuintes para pagamento à vista é aprovado no Legislativo
07/12 - Toninho de Souza articula reunião, vereadores e secretários da prefeitura recebem representantes de camelôs
07/12 - Vereadores ignoram pareceres técnicos de Bussiki e aprovam descontos em dívidas com a prefeitura
06/12 - "Lugar de Food Truck" é na rua", é a proposta dos empresários desse segmento em Cuiabá
06/12 - Bussiki cobra o remanejamento de recursos para Obras e Serviços Urbanos
06/12 - Garis recorrem aos vereadores de Cuiabá em busca de melhorias para a classe
06/12 - Toninho de Souza participa de primeira reunião como membro da CPI dos Filantrópicos
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.