Início
NOTÍCIAS
13/03/2012
Audiência Pública vai discutir a ausência de cobradores nos ônibus da Capital
Luiz Alves
Vereadores de Cuiabá durante sessão ordinária na Câmara Municipal
Em sessão plenária ocorrida hoje (13), os vereadores de Cuiabá fizeram diversos questionamentos sobre o sistema de transporte de ônibus da Capital. Temas como a falta de conforto; de um sistema de climatização e ventilação; os atrasos constantes e a superlotação foram alguns dos pontos lembrados no plenário. Mas o grande problema para os parlamentares é a ausência de cobradores nos coletivos, o que vêm causando muitos transtornos.

Cerca de 40% dos ônibus da Capital já estão sem cobradores, o que fez com que os motoristas duplicassem sua função: além de dirigirem agora também fazem a cobrança dos passageiros. Isso cria muita insegurança dentro dos coletivos, pois o motorista tem sua atenção transferida do fluxo do trânsito para a guarda do dinheiro das passagens, o que também atrai assaltantes.

O vereador Arnaldo Penha (PMDB) chamou à atenção para a responsabilização nessa nova situação, “se acontecer qualquer problema nos ônibus, quem será o responsável, as empresas ou a Secretaria Municipal de Trânsito (SMTU). Isso é um problema social que nós temos que resolver urgentemente”.

Outro ponto, que foi levantado pelo vereador Totó César (PTB), é com relação ao abalo psicológico dos cobradores, “já estamos sabendo que muitos estão com depressão, devido à mudança. E, se a empresa não tem condições para prestar um bom serviço, então, que entregue a concessão”, defendeu.

Uma das argumentações das empresas de transporte é de que os cobradores não estão ficando desempregados, mas estariam recebendo promoções e sendo alocados em outras funções. Com relação a isto Lueci Ramos (PSDB) foi enfática, “não tem essa de que eles estão sendo promovidos. Agora os cobradores estão lavando os carros, que promoção é essa!

Diante de magnitude do problema, Penha e Lueci Ramos (PSDB) entregaram um requerimento à Mesa Diretora, para a realização de uma Audiência Pública convocando tanto a sociedade civil como as empresas de transporte, que estão operando na capital. O intuito é receber esclarecimentos e buscar soluções. A audiência pública deve ocorrer no próximo dia 28 de março.

Luciana Oliveira Pereira



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
22/01 - Políticas de apoio as pessoas com doença celíaca já é lei em Cuiabá
22/01 - Comissão de Saúde se reúne com diretoria do Hospital Geral
22/01 - Vereador Clebinho continua investindo nos bairros da capital sobretudo na Região Oeste
22/01 - Isenção de água e esgoto para entidades passa por regulamentação
22/01 - Câmara de Cuiabá aprova o programa “Bem Morar” reduzindo a falta de qualidade habitacional
21/01 - Lei garante isenção de taxas de concursos para mães de crianças com microcefalia em Cuiabá
21/01 - Chico acredita que mais de R$ 300 mi em impostos foram sonegados da Capital nos últimos 5 anos
21/01 - Câmara de Cuiabá aprova reestruturação do Conselho do Idoso
21/01 - Vereador destina R$ 300 mil ao Hospital do Câncer e ao Hospital Santa Helena
21/01 - Chico acredita que mais de R$ 300 mi em impostos foram sonegados da Capital nos últimos 5 anos
21/01 - Vereador destina R$ 300 mil ao Hospital do Câncer e ao Hospital Santa Helena
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.