Acessibilidade
Início

NOTÍCIAS
20/09/2011
Vereador reitera pedido de Cemitério e Crematório Municipal para o grande CPA

O vereador Totó César, líder do PRTB na Câmara de Cuiabá, considera imprescindível que a Prefeitura Municipal implante, em caráter de urgência, um Cemitério e Crematório Municipal na Grande Morada da Serra (CPA), região Norte da Capital. “A situação é grave, porque, na região, vivem mais de 200 mil pessoas e não possui um campo santo. A maioria dos moradores é obrigada a enterrar seus entes queridos há mais de 30 quilômetros de distância, no Parque Bom Jesus de Cuiabá, na saída para Santo Antônio de Leverger”, reclama Totó César, ao apresentar indicação para o prefeito Francisco Bello Galindo Filho (PTB).

Segundo ele, quase 80% dos moradores da região Norte de Cuiabá é composta por gente muito humilde, sem condições de ficar se deslocando a grandes distâncias, como  até o Cemitério do Parque Bom Jesus. “É inacreditável o pouco caso com que a questão é tratada pelas autoridades, sem levar em consideração o sofrimento de milhares de famílias”, pondera Totó César.

O vereador do PRTB alerta que, até o final da década de 80, existia o impedimento sanitário, por causa do lençol freático, para a instalação de cemitério na região do CPA. Todavia, com a evolução no formato de utilização dos campos santos, principalmente com a difusão cada vez maior de túmulos verticais, a barreira sanitária foi vencida.  

“O projeto elaborado há anos pelo Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU), para a instalação do Cemitério Municipal do CPA, misteriosamente, ‘desapareceu’ dos arquivos da Prefeitura”, reclama Totó César. Ele crê denuncia a existência de “forças ocultas” contrárias à instalação do novo campo santo.

Totó César defende, também, ao lado do Cemitério da Morada da Serra, a implantação do Crematório Municipal, subsidiado pela Prefeitura. Ele lembra que, em diversos países do mundo, até por conta da questão ambiental, independente de fé e crença, a cremação de corpos já chega a um terço do total de mortos. “Conversei com pessoas de grandes e médias cidades do mundo, sobre o tema. E fiquei convencido de que a  municipalidade deve assumir essa função social e ambiental, se responsabilizando pela cremação”, completa o líder do PRTB na Câmara. 

 

PIONEIROS

 

Os primeiros a lutar pelo Cemitério Municipal da Morada da Serra foram os ex-vereadores Arnaldo Camarão (in memorian) e, depois, Acelino Duarte Pinheiro, o Lino Pinheiro, na década de 80. Tanto Camarão quanto Pinheiro eram do PMDB e oriundos do rádiojornalismo mato-grossense.

No final dos anos 80, Arnaldo Camarão chegou a promover passeatas “com caixão na cabeça”, em defesa da construção do Cemitério Municipal do CPA. Camarão foi o autor da lei – nunca aplicada – que autorizava o Poder Executivo a construir o novo campo santo da Capital.

Lino Pinheiro é primo e correlegionário do atual presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Júlio Pinheiro (PTB). “Era um período muito difícil, em que os vereadores não tinham essa estrutura de assessoria à qual dispõem hoje, no Palácio Paschoal Moreira Cabral. Mas plantamos a semente e, atualmente, sinto orgulho de ver o Totó César encampar nossa luta”, resume Lino Pinheiro, que continua atuando na imprensa cuiabana. 

Ronaldo Pacheco



Imprimir Voltar Compartilhar:   Share




+ Notícias
24/05 - Edna participa de audiência sobre centro histórico realizada por Lúdio Cabral
24/05 - Líderes evangélicos recebem homenagem do vereador Eduardo Magalhães
24/05 - Audiência presidida por Chico 2000 debate focos de incêndios e risco de seca extrema
24/05 - Dídimo Vovô se compromete a resolver erosão no prolongamento do Parque Cuiabá
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Brasão de Cuiabá
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone:(65) 3617-1500
secom@camaracuiaba.mt.gov.br - Desenvolvimento: STIT - Todos os direitos reservados © 2023
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 18:00hs.