Início
NOTÍCIAS
07/04/2010
Matéria proíbe o uso das chamadas pulseiras do sexo
Com a finalidade de evitar prováveis situações desastrosas, o vereador Leve Levi (PP) apresentou projeto de Lei nesta terça (6) que proíbe o uso de pulseiras coloridas, também conhecidas como “pulseiras do sexo” nas escolas públicas e particulares de Cuiabá. Com isso, os profissionais da educação seriam obrigados a promover reuniões e campanhas educativas para esclarecer os perigos do uso desses adereços às crianças e adolescentes do ensino fundamental e médio.
“Esse projeto visa contribuir com a educação pedagógica, pretendemos com isso preservar a integridade física e moral das crianças e adolescentes. Apesar das divergências que poderá causar, esse projeto trata-se de uma medida que regula o convívio social”, disse.
O vereador lembra que a Constituição Federal diz que é dever da sociedade proteger crianças e adolescentes de todas as situações que coloquem em risco sua integridade física e psíquica. Por isso, torna-se necessário tomar  providências para coibir a utilização dos adereços que têm conotação sexual e invadiram os ambientes educacionais.
História e significados
A pulseirinha colorida de silicone integra um jogo que nasceu na Inglaterra e se popularizou entre os adolescentes. Cada cor simboliza uma ação, que vai desde um inocente abraço até o ato sexual. De acordo com o jogo, quem conseguir arrebentar pulseiras de um colega ou de uma colega deverá receber "um benefício" conforme a cor do acessório. Uma pulseira amarela arrebentada, por exemplo, indica um abraço. Já uma preta, pode significar sexo. E ainda, conforme dados disponíveis na internet:
- Amarela – abraço;- Laranja – “dentadinha do amor”;- Roxa – beijo com língua;- Cor-de-rosa – tem que mostrar o peito;- Vermelha – tem que fazer uma lap dance (dança erótica);- Azul – fazer sexo oral - praticado pela menina;- Verdes – chupões no pescoço;- Preta – fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira;- Dourada – fazer todos citados acima ou sexo oral simultâneo;- Listrada– sexo na posição “frango assado”;- Grená – Sexo anal sem lubrificante;- Transparente – sexo com parentes consangüíneos;- Marrom – sexo escatológico (“brown shower”).
Adrielle Piovezan

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
26/11 - Vereador apresenta projeto que cria Programa de Prevenção a Endometriose na Rede Municipal de Educação
26/11 - Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher foi tema de Sessão Solene
26/11 - Câmara derruba vetos do Executivo a dois projetos de lei
26/11 - Vereadora defende fortalecimento das políticas públicas de proteção à mulher
25/11 - Patrolamento e limpeza de ruas e praças são temas de indicações
25/11 - Servidores da Câmara participam de curso de formação de brigadistas
25/11 - Vereador cobra melhorias no serviço terceirizado pela Águas Cuiabá
25/11 - Câmara assina convênio com Colégio Adventista e garante desconto para servidores
25/11 - Projeto garante instalação de aferidor de esgoto em residências de Cuiabá
24/11 - Vereador viaja em comitiva com prefeito e secretária para cobrar pautas da Saúde
24/11 - Vereador apresenta anteprojeto sobre regularização fundiária
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.