Início
MEMÓRIAS DO LEGISLATIVO CUIABANO
08/05/2024
A Corrida do Legislativo conecta-se com a biografia do ex-vereador Emanuel Ribeiro Daubian
Reprodução

No mais recente 14 de abril a Câmara Municipal de Cuiabá realizou a 5ª edição da Corrida do Legislativo. A prova vem ganhando fama e inserindo-se no calendário regional de atletismo de rua, tornando-se assim um evento tradicional. Cerca de 1.400 pessoas participaram dessa edição, a maioria disposta somente a se divertir, mas alguns dispostos a vencer pois tem o atletismo como profissão. É este o caso de André Ramos de Souza, vencedor da categoria geral masculina e Antonia de Willian Carvalho Ferreira, vencedora da categoria geral feminina, que completaram os 7,5 quilômetros em menos de meia hora.

O trajeto da corrida é desafiador, com pontos íngremes que desafiam a boa forma, passando por ruas e avenidas da região central da cidade, com largada e chegada na praça Moreira Cabral, endereço da Câmara Municipal de Cuiabá. Os participantes da Corrida do Legislativo percorreram 250 metros de asfalto de uma rua que tem muito a ver com o parlamento cuiabano e o atletismo de rua da cidade. Trata-se da rua Vereador Emanuel Ribeiro Daubian, localizada no bairro Santa Helena, entre as avenidas São Sebastião e Presidente Marques. Neste artigo entenderemos a conexão entre o nome da rua, o parlamento cuiabano e o atletismo de rua.

Emanuel Ribeiro Daubian nasceu em Cuiabá em 29 de agosto de 1919. Sua vida foi dedicada principalmente ao jornalismo, em especial o esportivo, mas segundo o seu filho Maurício, entrevistado pela coluna Memórias do Legislativo Cuiabano, o seu pai dedicava-se à várias atividades profissionais, sociais, políticas e esportivas. Na área profissional foi colaborador dos jornais O Estado de Mato Grosso e Folha Matogrossense, e correspondente de periódicos nacionais, como a Gazeta Esportiva. Esteve como servidor da Imprensa Oficial de Mato Grosso (IOMAT) por dezessete anos, exerceu o cargo de Juiz de Paz e de representante de conselhos de instituições públicas estaduais. Participou ativamente da vida social, na promoção de concursos de misses na capital e no Estado e foi membro de destaque da Loja Maçônica.

Dando continuidade à sua biografia, partimos para as suas atividades políticas e esportivas a fim de que possamos associá-lo à Câmara Municipal de Cuiabá e à Corrida do Legislativo. Na seara política ele ocupou apenas o cargo de vereador. Na primeira eleição que participou, em 1962, ficou como suplente, e assumiu o cargo no dia 11 de abril de 1966, quando o vereador Edgar Curvo renunciou ao mandato. Ficou por um período curto, e não se elegeu nas eleições daquele ano. Logrou êxito em sua segunda tentativa, em 1969, elegendo-se com 656 votos pela ARENA. Na atuação como vereador demonstrou o seu lado culto, participando de debates sobre o cenário político regional e nacional. Dentre os documentos apresentados à coluna pela família, estão indicações onde o ex-vereador solicita melhorias de infraestrutura na cidade. Devido ao seu apreço por Cuiabá e a sua história, apresentou dois projetos de lei que fazemos destaque, ambos a respeito de denominação de ruas, logo no início do seu mandato em 1970. No primeiro, em 2 de março, apresentou um pedido para que fosse oficializado o nome de Beco do Candieiro à travessa 27 de dezembro. Era segundo o autor do projeto uma forma de oficializar o nome que no período colonial já existia, quando o beco era a principal “artéria” da vila. Logo em seguida, apresentou o pedido de denominação de Tenente Eulálio Guerra à Travessa do Araés, uma homenagem ao cuiabano que foi herói na Guerra de Canudos (1896-97). Após o término do seu mandato, Daubian disputou outras eleições, mas não alcançou votos suficientes para retornar à política.

No que se refere à atuação esportiva, percebemos que Daubian foi um amante do esporte, em especial do atletismo. No dia 11 de dezembro de 1948 foi realizada pela primeira vez a Preliminar da Corrida de São Silvestre em Cuiabá, organizada pelo jornal Gazeta Esportiva, de quem Daubian era correspondente em Mato Grosso. A prova era realizada em meados de dezembro (aparentemente só os homens participavam) e o vencedor viajava para São Paulo (via aéreo), representando o estado de Mato Grosso na Corrida de São Silvestre. Não é certo afirmar que Daubian acompanhou os atletas nos três primeiros anos (1948 a 1950), mas temos a certeza que o ex-vereador e jornalista passou o réveillon de 1951/1952 em São Paulo, apoiando o atleta Jorge da Silva, distante da família, em prol do atletismo e de Cuiabá.

Fomos encontrar o nome de Daubian com a Preliminar da Corrida de São Silvestre por mais vezes no decorrer das décadas de 1950 e 1960, pelo menos até o ano de 1968, sempre participando do evento, seja na organização, na cobertura jornalística ou nas viagens para a prova nacional na capital paulista. Mas, se não bastasse a sua atuação direta na Preliminar da São Silvestre, havia a Corrida da Fogueira, realizada nos meses de junho em Cuiabá. Ainda em 1947 temos informação sobre ela como uma corrida já tradicional. A Corrida da Fogueira e Emanuel Ribeiro Daubian aparecem juntos, provavelmente pela primeira vez, no ano de 1955, na 8ª edição da corrida, quando Daubian foi o seu Diretor Geral.

O ex-vereador, jornalista e ser-humano apaixonado pela sua cidade natal faleceu no dia 8 de agosto de 1993. Dois anos após o seu falecimento, o então vereador Paulo de Campos Borges apresentou um projeto de lei a fim de homenagear Daubian. Na propositura de outubro de 1995, sugeria-se substituir o nome da rua denominada Boróros, localizada no bairro Santa Helena, por Vereador Emanuel Ribeiro Daubian.  Após a aprovação em Plenário, o projeto foi enviado ao Executivo e sancionado em 29 de janeiro do ano seguinte (1996) pelo prefeito José Meirelles.

Os atletas André e Antonia levaram de cinquenta segundos a um minuto para percorrer os 250 metros da rua Vereador Emanuel Ribeiro Daubian na 5ª edição da Corrida do Legislativo. A velocidade e a concentração furtaram a possibilidade de ler as placas que identificam o logradouro, mas a coluna de memória da Câmara de Cuiabá, munida de mais tempo, tem o dever e a honra de relembrar a história desse ilustre cuiabano e reconectá-lo ao atletismo de rua da capital. Essa feliz coincidência nos demonstra que o presente e passado conectam-se constantemente, e nesse artigo foi possível prestar uma homenagem a Emanuel Ribeiro Daubian e à vitoriosa Corrida do Legislativo.

Danilo Monlevade/Analista Legislativo

Fontes:

Arquivo Geral da Câmara Municipal de Cuiabá

Documentos do acervo da família Daubian

Entrevista com Maurício Daubian em 22 de abril de 2024

Jornal O Estado de Mato Grosso – ed. nº 1.593 de 19 e 20/06/1947 ed. nº: 1.830 de 03/01/1949 ed. nº 2.042 de 13/12/1951 e ed. nº 5.364 de 07/11/1968




Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
09/04 - Cuiabá 305 anos: Dom Aquino Corrêa e o aniversário da Cidade Verde
15/03 - A criação da Câmara Municipal de Cuiabá:instala-se uma Vila e cria-se uma Câmara
15/03 - A criação da Câmara Municipal de Cuiabá: instala-se uma Vila e cria-se uma Câmara
01/03 - A criação da Câmara Municipal de Cuiabá (II): A viagem do Capitão-General Rodrigo César de Menezes e a instalação da Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
23/02 - A criação da Câmara Municipal de Cuiabá (I): Os achados auríferos e a necessidade de instalação do poder Real nas minas do Cuiabá
02/02 - É preciso ter a consciência: os cuiabanos comemoram há muitos anos a Consciência Negra
20/12 - O hino de Cuiabá: a oficialização da sua canção
01/12 - Bairro do Baú: da tradição à legalidade
14/11 - Proclamação da República: em 1889 os vereadores cuiabanos fizeram votos de apoio ao regime vigente no Brasil a mais de cem anos
06/09 - O bicentenário da Independência do Brasil: registros da Câmara de Cuiabá relatam o entusiasmo da população cuiabana com a chegada da notícia
10/08 - Nosso Palácio completa 50 anos de história
22/07 - A renúncia de Jânio Quadros e a sua sucessão foram temas de debates no Parlamento Cuiabano
01/07 - O Papa e Santo João Paulo II recebeu título de Cidadão Cuiabano em 1991
03/06 - “A gente quer inteiro e não pela metade”: Câmara Municipal de Cuiabá sediou as discussões acerca do direito ao passe livre estudantil
06/05 - “Pela virtude mais que pelo ouro”: Dom Aquino Correia preside sessão solene em sua homenagem no ano de 1951 na Câmara Municipal de Cuiabá
18/04 - Avenida Historiador Rubens de Mendonça: Câmara Municipal de Cuiabá aprova sua denominação em 1983
25/03 - O Senador Biônico em debate na Câmara de Cuiabá: a nomeação do senador Gastão Müller provoca homenagens e oposições em 1978
03/03 - Herói de guerra cuiabano foi homenageado pelos vereadores em 1948
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.