Início
NOTÍCIAS
15/03/2018
Vereador Dr. Xavier lamenta assassinato de vereadora carioca e exige Justiça imediata
Brunna Maria - Secom/Câmara de Cuiabá
Vereador Dr. Xavier
"População brasileira está insegura, com medo de sair às ruas. Isso precisa ter fim, é imperioso que a Justiça Brasileira utilize suas forças legais para combater o avanço da criminalidade no País", disse Dr. Xavier

O brutal assassinato da vereadora carioca Marielle Franco, 38, foi tema hoje (15) na sessão plenária do Legislativo cuiabano. Vários parlamentares se posicionaram indignados a respeito desse fato, que, afirmaram, traz consternação e revolta não somente no âmbito político, mas em todos os segmentos da sociedade. Para Dr. Xavier, "o País inteiro está de luto, mais uma vez, quando um dos seus representantes populares é massacrado covardemente em via pública". Ele conclama a Justiça Nacional a estabelecer uma cruzada contra o crime organizado, para que fatos dessa natureza não se repitam, vitimando inocentes a cada dia.

"A morte da vereadora Marielle desperta uma reflexão necessária, diria que já tardia, acerca da urgência de a Justiça Brasileira implementar medidas extremas contra a violência perpetrada pela bandidagem em vários polos do País. Cuiabá começa a ser destaque nesse cenário deprimente, e nós, cidadãos de bem, ficamos à mercê disso tudo, o que jamais poderia acontecer. Não vai demorar, caso as coisas continuem assim, para que ninguém mais saia de casa ou autorize seus entes queridos a sair de casa. O temor de ser morto se tornou coletivo".

Dr. Xavier diz confiar que os assassinos da vereadora serão punidos. O crime repercurtiu na imprensa nacional e internacional, e a suspeita da Polícia é de que tenha sido mesmo uma execução, pois os bandidos não levaram nada. Marielle, presidente da Comissão de Defesa da Mulher, apresentara projeto para a criação do Dossiê da Mulher Carioca, cujo objetivo era combater a violência no Rio. Além dela, também seu motorista, Anderson Pedro Gomes, foi baleado e não resistiu.

"O alerta vem sendo dado à população brasileira há tempos: o crime está minimizando as ações protecionistas da polícia à sociedade. Isso é uma evolução progressivamente danosa ao sentimento de segurança social, impondo pré-condição subalterna das pessoas não às leis vigentes, mas às regras ditadas por aqueles que são avessos às leis. Quantos mais precisarão ser massacrados para que alguma coisa efetiva seja feita e o cidadão possa respirar tranquilidade e usufruir da liberdade a que tem direito?" - questionou.

Assessoria de Imprensa/Gabinete Dr. Xavier


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
25/01 - Residencial Santa Terezinha recebe o Projeto ‘Arboriza Cuiabá’
24/01 - O bairro Santa Terezinha e região recebem o Projeto Arborizar Cuiabá, neste sábado (25)
24/01 - “Ninguém nunca olhou para nós como o senhor”, diz servidora ao Presidente da Câmara
24/01 - Câmara aprova Campanha para o descarte correto de medicamentos vencidos
24/01 - Dispositivo em Lei ajuda a garantir identificação e atendimento aos portadores de Down
24/01 - Câmara aprova em 2019 datas importantes para cuiabania
24/01 - Inspetor de Tributos e Auditor Fiscal terão o seu dia
23/01 - Nota de Pesar | Antonio Félix da Silva
23/01 - Câmara promove Projeto Arborizar Cuiabá
23/01 - Movimento Mineiro parabeniza a Câmara pela aprovação da lei dos carroceiros
23/01 - A pedido de vereador, máquina reciclável é instalada em Escola
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.