Início
NOTÍCIAS
18/06/2013
Câmara aplaude redução da tarifa do transporte
Na sessão plenária de hoje (18-06), no Pequeno e Grande Expediente, os vereadores cuiabanos aplaudiram a decisão do prefeito Mauro Mendes em reduzir em R$ 0,10 centavos a tarifa do transporte público no município. O presidente da Parlamento, João Emanuel, PSD, afirmou que esta vitória é da Casa de Leis, "da batalha persistente e unificada dos parlamentares para que isso acontecesse". Emanuel frisou que o retorno dos cobradores aos coletivos é outro clamor em evidência pela sociedade.
 
Oséas Machado, do PSC, também destacou que a redução de R$ 0,10 centavos, oficializada ontem pelo dirigente do Palácio Alencastro, traz alento para que mais benefícios sejam concedidos aos usuários desse serviço. Allan Kardec, PT, parabenizou seus colegas e o gestor municipal. "R$ 0,10 centavos é pouco, sim. Mesmo porque a frota de coletivos da capital está em frangalhos, sucateada. É afronta constante aos idosos, cadeirantes e outras pessoas que necessitam de cuidados especiais". Também pediu a volta dos cobradores.
 
Segundo Adilson da Levante, PSB, a decisão do prefeito em reduzir a tarifa do transporte municipal confronta os boatos de que ele teria sido patrocinado pelos empresários do setor. "Ele (Mauro) também não permitiu que a CAB reajustasse sua tarifa. E agora baixou a tarifa. Está mostrando a que veio".
 
Levante ainda pediu para que o setor responsável do staff municipal promova variações no cardápio do Restaurante Popular, para melhor satisfação dos que frequentam aquele estabelecimento, resultante de parceria entre município/governo federal. "Vou lá sempre, é uma comida deliciosa, bem preparada, muito higiênica. O bandejão custa R$ 1,50 para cada pessoa. Porém, na realidade, sai por cerca de R$ 6,00 reais. O RP se tornou referência à classe mais carente".
 
Mais vereadores se posicionaram da Tribuna da Casa de Leis para parabenizar a redução promovida pelo prefeito Mauro Mendes na área de transporte público. Dilemário Alencar, do PTB, que tem empunhado essa bandeira a cada sessão, afirmou que sua luta prossegue para que os cobradores voltem aos postos de trabalho. Em vários pronunciamentos, ele chamou a atenção para o perigo que o acúmulo de funções do motorista representa.
 
A vereadora Lueci Ramos, do PSDB, única mulher com mandato no atual Parlamento, frisou que essa iniciativa precisa ficar registrada. "Foi uma luta encampada por vários vereadores. Ninguém aqui concordava com o preço vigente. Mas, sabemos, é possível reduzir mais. Outra coisa: retornar com os cobradores seria uma outra medida justa, aguardada por todos".
 
Conforme Arilson da Silva, PT, a redução da tarifa "é um presente para toda a população de Cuiabá". Ele aproveitou para parabenizar o movimento comunitário pelas vitórias que tem obtido em várias reivindicações. "Unidos, democraticamente focados num objetivo em prol do coletivo social, chegamos a um consenso vitorioso. Isso é o mais importante".

João Carlos Queiroz Secom/Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
15/10 - NOTA DE ESCLARECIMENTO
15/10 - CPI da Santa Casa define data para realização das oitivas
15/10 - Portadoras da fibromialgia pedem aprovação de lei na Tribuna Livre
15/10 - Profissionais querem alterar nomenclatura do cargo de TDI para PDI
15/10 - Zidiel apresenta projeto voltado aos usuários do SUS
15/10 - Gratuidade de coletivo para pacientes renais crônicos será tema de audiência pública
15/10 - Câmara irá promover audiência pública para debater a microcefalia e suas conseqüências
15/10 - Projeto garante mais tempo para disléxicos nos concursos públicos em Cuiabá
14/10 - Coralistas são homenageados na Câmara Municipal
14/10 - CPI define oitivas durante reunião ordinária
14/10 - ARTIGO - Professor, o provedor de todas as profissões
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.