Início
NOTÍCIAS
09/05/2013
CPI da CAB: vereador consegue assinaturas para instauração
Walter Machado
Na sessão ordinária desta quinta-feira (09-05), o vereador Domingos Sávio, PMDB, posicionou-se na tribuna para anunciar que já tinha em mãos 12 assinaturas dos colegas parlamentares, suficientes para instauração de CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o que qualifica de "desmandos da CAB Ambiental em Cuiabá". Segundo ele, cabe agora à Mesa Diretora do Legislativo se reunir urgentemente e nomear os membros desta CPI, a fim de que os trabalhos efetivamente sejam iniciados.
 
"Vamos investigar cláusula por cláusula desse contrato firmado entre a CAB e a Prefeitura de Cuiabá. Saber por qual motivo essa empresa tem descumprido abertamente as normas contratuais, em detrimento da população, hoje à mercê dos seus péssimos serviços. Fato que pode ser comprovado junto ao Procon Municipal. São mais de 200 reclamações registradas no órgão contra a CAB Ambiental".
 
O parlamentar enfatizou que esse descompromisso local da concessionária se repete igualmente em outros lugares do País. "Ela (CAB Ambiental) se tornou vergonha nacional no que diz respeito à forma negligente e irresponsável com que desempenha suas funções Brasil afora. As graves falhas não se restringem somente ao município cuiabano. Aliás, somente depois que a CAB assumiu os serviços de água e esgoto em Cuiabá, por onde entrou com o pé esquerdo, é que as reclamações dos munícipes triplicaram no Procon e junto a outros segmentos institucionais representativos da sociedade".
 
O vereador aponta que a CAB é competente apenas para cobrar as contas de um fornecimento de água que, na prática, inexiste. "Hoje falta água nas torneiras. Para piorar, existe farto esgoto a céu aberto na área urbana e periférica. Como se não bastasse, a CAB ainda queria aumentar abusivamente as taxas,  cobranças indevidas, barradas pela Justiça. Sua eficiência parece residir na cobrança pontual das contas. Mas a população de Cuiabá está francamente indignada, recusando-se a pagar por algo que não recebe".
 
Como se não bastasse tudo isso, acrescentou Domingos Sávio, a CAB agora tem sido alvo de denúncias de trabalho escravo na capital mato-grossense, por meio de uma terceirizada que contratou. "É a típica escravidão branca, atrocidade que esta Casa de Leis não pode ignorar, tem que ir a fundo para investigar a+b tudo sobre essa CAB e as irregularidades que têm abarrotado os órgãos oficiais, o grito revoltoso das comunidades do município, a maioria sem água e com esgoto abundante".
 
A CAB, ao assinar o contrato, disse ele, prometeu universalizar a água e esgoto em Cuiabá. "Já se passou um ano e meio e qual é o resultado? Problemas no abastecimento e queda vertiginosa da qualidade dos serviços, se for feita uma comparação com o módulo operacional da Sanecap.Vamos apurar isso com a CPI, desvendar de uma vez por todas esse problema. Se a CAB estiver correta, cumprindo as determinações contratuais, então será colocada uma pedra sobre esse assunto. Não enquanto as denúncias estiverem crescentes".
 
Domingos Sávio exibiu aos jornalistas que realizavam a cobertura da sessão o requerimento da CPI, já com a assinatura de 11 parlamentares, inclusive a dele: Arilson da Silva, PT; Onofre Júnior, PSB; Haroldo Kuzai, PMDB; Maurélio Ribeiro, PSDB; Lueci Ramos, PSDB; Allan Kardec, PT; Ricardo Saad, PSDB; Faissal Jorge, PSB; Oséas Machado, PSC; e Adilson da Levante, PSB. Também o vereador Toninho de Souza anunciou que iria assinar o requerimento desta CPI. "A meta é chegar a 20 assinaturas. O Parlamento inteiro está solidário com esse reclame da população contra a CAB Ambiental".

João Carlos Queiroz Secom/Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
13/11 - ARTIGO - O mais democrático dos Poderes
13/11 - Vereador Renivaldo Nascimento destina Emenda Impositiva a PSF e reforma é realidade
13/11 - Vereadores vistoriam novo Hospital e Pronto Socorro da Capital
13/11 - Vereadores apresentam requerimentos solicitando informações do Executivo Municipal
13/11 - Estudantes defendem processo seletivo para estagiários na Câmara
13/11 - Juca apresenta projeto visando preservação dos rios da baixada cuiabana
12/11 - Emenda impositiva de Misael garante centro odontológico no PSF do bairro Despraiado
12/11 - Bussiki apresenta emendas contra aumento de salário de prefeito
11/11 - Diego Guimarães abre mão de auxilio doença oferecido pela Câmara de Cuiabá
11/11 - Misael apresenta projeto de lei que dispõe sobre o atendimento preferencial aos contadores
11/11 - Comissão de Saúde e vereadores cobram explicações da Prefeitura sobre novo HMC e São Benedito
08/11 - Vereador Lilo faz audiência pública para socorrer Centro Histórico
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.