Início
NOTÍCIAS
10/03/2011
Câmara de Cuiabá retoma sessões na terça-feira com previsão de pauta polêmica
A Câmara de Cuiabá retoma as sessões ordinárias na próxima terça-feira (15/03) com previsão de pauta recheada de projetos, análise das contas de 2009 da Prefeitura Municipal e criação das comissões especiais de Acompanhamento da Copa do Pantanal 2014 e de Defesa Civil e Prevenção de Desastres Naturais. A apreciação da contabilidade de 2009 da prefeitura não tem previsão de votação, porque está cumprindo pauta nas comissões permanentes da Casa e, depois, terá análise técnica da Comissão de Economia e Finanças.
O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Júlio Pinheiro (PTB), não quis fixar prazo para votação das contas de 2009 da municipalidade, sob o argumento de que as comissões sequer emitiram seus pareceres. “Além disso, quando estiver em plenário existe a possibilidade de pedido de vistas de algum vereador”, observa ele.
Pinheiro preferiu enfatizar a importância das comissões especiais de Acompanhamento da Copa do Pantanal 2014, requerida pelos vereadores Pastor Washington Barbosa (PRB) e Totó César (PRTB), e de Prevenção a Desastres Naturais, de autoria da Mesa Dietora. Ele recorda que a Assembléia Legislativa possui, desde o ano passado, uma Comissão Permanente da Copa de 2014 e que, na Câmara, o trabalho será em consonância com o Poder Legislativo do Estado.
“Muitos projetos que afetam Cuiabá está passando ao léu de discussão, justamente porque a Câmara não possui uma equipe pré-determinada para tal tarefa”, observa o presidente. “Com a criação da Comissão Especial, haverá um grupo de trabalho permanente só para assuntos da Copa do Pantanal”, emenda Júlio Pinheiro.
Para o presidente da Câmara, do ponto de vista social, a principal Comissão Especial a ser criada, nas próximas sessões, é a de Defesa Civil e Prevenção de Desastres Naturais. “Levantamentos preliminares da Prefeitura, do Estado e de organizações não governamentais apontam a existência de três mil famílias vivendo em áreas de risco, principalmente às margens dos córregos, em Cuiabá. Isso não pode persistir, porque há o risco de se tornar tragédia”, pondera Pinheiro.
A Câmara Municipal tem condições de fazer cumprir o Código de Posturas, a Lei de Uso e Ocupação do Solo e, também, o Código Municipal de Meio Ambiente, que disciplinam a construção no perímetro urbano, em especial às margens de córregos e rios. “Se houver necessidade, atualizamos as leis”, resume Pinheiro.
Ronaldo Pacheco

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
25/04 - Em 3 meses, Misael Galvão apresentou mais de 1.200 indicações na Capital
25/04 - Câmara homenageia ex-vereador por meio de projeto “Memórias da Presidência”
25/04 - Vereadores aprovam redação final do projeto que prevê a implantação da escola em tempo integral
25/04 - Parlamentares recebem convite para posse da frente parlamentar em defesa do Vale do Rio Cuiabá
25/04 - CMEI é inaugurado no CPA por indicação do vereador Adevair Cabral
25/04 - Projeto de Diego Guimarães estabelece reciclagem e reutilização de lixo orgânico em Cuiabá
25/04 - Psicólogos de unidades públicas pedem mais concursos e processos seletivos para a classe
25/04 - Parlamentares se reúnem com secretário de Serviços Urbanos da Capital
25/04 - Veloso assume presidência da CPI da Santa Casa
25/04 - Vereadores homenageiam o sucessor de Dom Bosco com o Título de Cidadão Cuiabano
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.