Início
NOTÍCIAS
30/06/2009
Moradores esperam 30 anos por regularização fundiária
A luta dos moradores do bairro Alvorada pela regularização fundiária já completou 30 anos. São três décadas de muita luta dor, sonho e esperança que não morre. Os cabelos brancos de alguns traduzem um pouco da angústia pela espera do título, sinônimo de uma nova era para aqueles que desejam deixar para os herdeiros a garantia da casa própria.
Durante a sessão itinerante realizada pela Câmara Municipal de Cuiabá os moradores puderam expressar publicamente os sentimentos e cobrar uma solução que atenda a todos os que ali edificaram suas residências e construíram uma história. O autor do requerimento para realização da audiência, vereador Antônio Fernandes também reside no Alvorada e acompanha ativamente todas as ações para solucionar o problema.
A sétima sessão itinerante contou com a presença do Deputado Federal,Eliene Lima (PP-MT) , presidente da poder legislativo municipal, vereador Deucimar Silva (PP), vereadores Lúdio Cabral (PT), Pastor Washington(PRB) , professor Néviton (PRTB), Francisco Vuolo (PR), Ralf Leite (PRTB) e Paulo Borges Junior (PSDB).
Do desejo de conquistar a documentação dos lotes, nasceram à união de uma comunidade que busca caminhos, alternativas no judiciário, na política e no executivo para solução do impasse. A professora Maria José reside Faz 28 anos que a professora reside no bairro e se orgulha de fazer parte de uma história escrita com lágrimas e muitas lutas. “Nesse período já recebemos muitas propostas, já passaram muitos governos e ainda não perdemos a esperança de vitória”, disse.
Almerindo Sabino é a memória viva desse sentimento que acompanha todos que residem no bairro. “Estou de cabelos brancos e sei que um dia vamos partir dessa vida, por isso gostaria muito de deixar o único e o maior patrimônio adquirido nessa terra para os nossos filhos e netos”, expressou.
A falta de escritura do imóvel é fator determinante na vida dos que vivem do comércio. Domingo Sávio explica aos vereadores que estiveram na sessão itinerante que o plano de ampliação dos negócios com a geração de novos empregos morreu no momento que o financiamento foi reprovado por falta da escritura do imóvel “, disse.
O presidente do bairro, Vanderlei Silva reafirmou a confiança na Câmara Municipal de Cuiabá em trabalhar ativamente no processo de solução de um problema que atravessa décadas, tira o sono das famílias

roseli cordeiro



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
06/08 - Vereadores aprovam e Juca do Guaraná será homenageado com nome em viaduto
06/08 - Misael Galvão reúne com secretários e intermédia retorno do asfalto do Altos da Serra II
06/08 - Vereadores aprovam sete decretos legislativos
06/08 - Viaduto da Avenida das Torres receberá o nome de Juca do Guaraná
06/08 - Câmara aprova em sessão projetos em segunda fase
06/08 - Festa do São Gonçalo do Amarante foi incluso no calendário oficial do município
06/08 - Por maioria dos votos, Câmara aprova alteração no Plano Municipal de Educação
05/08 - Comissão de Saúde aprova projetos nesta quarta-feira
05/08 - CCJR emite parecer favorável a projetos do Executivo
04/08 - Sidney toma posse como vereador
04/08 - Em sessão extraordinária, Câmara derruba quatro vetos do Executivo
03/08 - Câmara de Cuiabá realiza extraordinária para apreciar vetos do Executivo
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.